A Violência Doméstica e no Namoro: Como Garantir o Respeito e a Igualdade? constituiu o tema da Sessão Regional da 25.ª edição do Parlamento dos Jovens do Ensino Básico, que se realizou durante o dia de ontem, na sede da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

O projeto base apresentado pela Escola Secundária Antero de Quental foi o eleito pela maioria dos jovens representantes das Escolas dos Açores. Posteriormente decorreu o debate em sede de Comissão, onde os Jovens Deputados tiveram a oportunidade de apresentar várias propostas de alteração ao projeto-base que, depois de votado, resultou no documento final que será apresentado pelo círculo dos Açores na Sessão Nacional, a decorrer na Assembleia da República, nos próximos dias 25 e 26 de maio.

A Escola Secundária Antero de Quental, a Escola Secundária Vitorino Nemésio, a Escola EBI/S Cardeal Costa Nunes e a Escola Básica e Secundária Mouzinho da Silveira foram eleitas para representar o Círculo dos Açores na Sessão Nacional. Frederica Pacheco, da Escola Secundária Antero de Quental, foi a aluna eleita porta-voz da delegação regional. Quanto ao tema proposto para a edição do Parlamento dos Jovens do próximo ano, o mais votado foi o Sistema Educativo Português apresentado pela Escola Secundária Antero de Quental.

Decorreu, também na sede do Parlamento Açoriano, a Sessão Regional do Euroscola, subordinada ao tema Valores Europeus: também são os teus!, que contou com a participação de sete escolas do arquipélago, sagrando-se vencedor o Colégio do Castanheiro, com as alunas Carolina Porto e Eva Rodrigues, que representarão os Açores na Sessão Nacional.

Todas as medidas apresentadas pelos jovens deputados do Ensino Secundário podem ser consultadas no sítio da Assembleia Legislativa, em www.alra.pt.

Horta, 11 de março de 2020.

(versão p/impressão)