A Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores desafiou os jovens açorianos na busca de respostas combativas ao flagelo da violência doméstica e no namoro.

O apelo foi lançado esta manhã, na sessão regional do Parlamento dos Jovens do ensino básico, que decorre na sede do parlamento açoriano.

Depois de saudar os jovens presentes na sessão, Ana Luís reforçou a importância do tema escolhido para a 25.ª edição do parlamento dos jovens, Violência Doméstica e no Namoro: da Sensibilização à Ação!, que “exige, da nossa parte, uma grande responsabilidade e consciência” porque “ é, sem dúvida, uma realidade premente da nossa sociedade e muito preocupante.” A Presidente da Assembleia Legislativa apontou, como exemplo, os números “assustadores” de casos de violência doméstica em Portugal, desde 2016 e até aos dias de hoje.

 

 

“Se é verdade que no contexto da violência doméstica, esta é exercida, na sua maioria, pelos homens contra as mulheres, na violência no namoro, apesar da maior percentagem de vítimas serem raparigas, as agressões, sejam elas físicas ou verbais, são praticadas por ambos os géneros”, realçou a  Presidente do Parlamento junto dos jovens deputados açorianos.

Antes de terminar, Ana Luís apelou à sensibilização de todos os jovens açorianos, na qualidade de futuros decisores do arquipélago, para refletirem e adotarem comportamentos e ações diferenciadores e inovadores, que travem o flagelo da violência doméstica e no namoro na nossa sociedade.

Horta, 9 de março de 2020.

(versão p/impressão)