A Junta Regional apresentou o anteprojeto de Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores. Destacam-se duas inovações polémicas: o peso político do voto do eleitor das ilhas menos populosas e a dispersão do Governo Regional pelas três cidades açorianas.