Foi publicado o Decreto n.º 15035, de 16 de fevereiro de 1928, que aumentava os poderes autonómicos dos distritos açorianos (na altura ainda só Ponta Delgada e Angra do Heroísmo) e os meios financeiros para os garantir. No entanto, este decreto teve vida curta, pois passado alguns meses foi aprovado um novo decreto que transferiu novas funções para as Juntas Gerais, mas sem a correspondente transferência financeira, anulando novamente a sua responsabilidade e a sua autonomia.

Decreto n.º 15035, de 16 de fevereiro de 1928