Registo fotográfico

 

   

No próximo dia 10 de julho será celebrado o Dabney Day. Para o efeito será lançado o Roteiro dos Dabney e será apresentada uma reconstituição histórica das vivências de jardim da família Dabney nos jardins da Cedars House, abertos entre as 19:00 e as 22:00. Pretende-se com este evento divulgar a história desta família que se cruza indissociavelmente com a memória da cidade da Horta.

O Roteiro dos Dabney desenvolve-se num dos enredos históricos mais importantes da ilha do Faial do séc. XIX. A família Dabney que ao longo de três gerações viveu na cidade da Horta contribuiu indubitavelmente para o desenvolvimento económico e social da ilha do Faial e dos Açores durante 86 anos. Este Roteiro transporta-nos para essa época, percorrendo as residências e os locais de eleição desta família, quer para os negócios, quer simplesmente para a prática de lazer.

O evento na Cedars House é aberto ao público e enquadra-se no projeto Parlamento Presente, uma iniciativa cuja premissa é a aproximação do Parlamento aos cidadãos bem como destes ao Parlamento. Produzido em colaboração com a Associação Música Vadia, este evento pretende dar a conhecer uma das principais referências arquitetónicas da ilha do Faial, um edifício erguido em 1851 por John Pomeroy Dabney, filho do 2º. Cônsul dos EUA nos Açores, Charles William Dabney. A partir das 19:00 o público terá a oportunidade de integrar uma visita guiada aos jardins da Cedars House, assistindo a diversas encenações e reproduções históricas da vivência dos Dabney nos seus jardins. Cada visita guiada tem a duração de 30 minutos e tem o número máximo de 50 pessoas.

Com o alto contributo de Hester Anne Howland e Judith Forbes Howland, descendentes diretas da família Dabney do Faial - netas de Rose Dabney Forbes, este Roteiro começou a ganhar forma. Através da Casa dos Dabney a divulgação da história da família Dabney decorrerá das várias iniciativas que se irão desenvolver, contando-se entre elas, o lançamento de um álbum fotográfico e um teatro itinerante para o 1º ciclo de escolaridade.

Este projeto resulta da parceria de várias entidades que são agora detentoras e proprietárias do legado da família Dabney e que pretendem criar sinergias e dinâmicas culturais que divulguem a história e o património imóvel da cidade da Horta e que são: o Parque Natural do Faial, a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, a Câmara Municipal da Horta, António Mota - presidente da Mota-Engil, o Castelinho, a Casa do Povo do Capelo, a Portos dos Açores, S.A., a Alfândega da Horta e a empresa Oceanic e SGPS, S.A.

Horta, 5 de julho de 2017

(versão p/impressão)